Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

22
Ago19

Cavaleiro da Dinamarca


Pedro Azevedo

Há um jovem Cavaleiro, oriundo do ‘Reino da Dinamarca’, que anunciou estar preparado para vender parcelas da ‘Gronelândia’, curiosamente, Greenland (terra verde), em inglês. Para tal, até se referiu a uns planos A, B ou C que teria em mente, dando assim conta de estar tranquilo e preparado para o processo, contando porventura com a boa vontade de algum Trump desta era moderna. 

Nao se sabendo que territórios iriam ser alienados, logo a instabilidade se apoderou de todos os habitantes da ilha, retirando-lhes o foco no trabalho. Os mais jovens, sem esperança no futuro, já previamente se haviam exilado fora da ilha, os mais velhos ainda vão resistindo perante a iminente venda de uma das mais importantes e produtivas parcelas da ilha, algo que depois de pré-comunicado levantou forte controvérsia (na ilha e no reino), pese embora o esforço desenvolvido em sentido contrário pelo ‘armador’ Brás&Braz, curiosamente mais conotado com outros reinos, que parece ter ‘dado um bacalhau’ à Comunicação do Cavaleiro.

Sendo certo que não se fazem Hamlets sem ovos, observadores do processo garantem que teria sido preferível identificar logo uma parcela e vendê-la do que desestabilizar toda uma ilha (e reino). 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 23.08.2019

    Meu caro,

    sobre a Dinamarca: o Jyske Bank, de Silkeborg, oferece taxas negativas de crédito à habitação. O Nordea oferece taxa zero. Não há como não adorar o Keynes, não é? Ou não? Ou o Keynes é tipo Prozac e esta brincadeira vai pagar-se com juros, conjuntamente com todas as teorias do oásis que já tivemos ao longo da história?

    Nunca pedi a destituição de Varandas nem mesmo a demissão de Keizer. Limito-me a comentar factos e a analisar certas medidas que fazem pouco sentido à luz de um modelo económico de negócio sustentável.

    Que eu saiba para saber que se está a comer bom peixe não é preciso ser pescador. Não concordo de todo com essa sua ideia de que "ninguém melhor do que o Beto e o Viana sabe quem pode vestir de verde e branco", mas o Tiago Ilori e o Borja devem ter ficado orgulhosos.

    Sei muito bem o que são embaixadas - toque com a coxa sem deixar cair - e também sei o que são certas diplomacias.

    Já agora, meu caro, uma pergunta para queijinho: há 1 ano atrás, para si, o Demiral era craque ou não?

    Saudações Leoninas

    P.S. A Sporting SAD deve ser a única entidade cotada sobre a qual se entende que os sócios do maior accionista não devem escrutinar a actividade. Todos os dias, milhares de CEOs no mundo inteiro são sujeitos a esse escrutínio. Há canais económicos a transmitir 24 horas por dia informação diária relevante sobre empresas, casos da Bloomberg e do CNBC, mas no Sporting não. Parece mal, ao que "parece"...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Um ano extraordinário. À Sporting. A repetir, clar...

    • José da Xã

      Amigo Pedro,este foi um ano irrepreensível. A repe...

    • Pedro Azevedo

      Boa noite, caro S. Almeida e obrigado. Eu ainda te...

    • S. Almeida

      Caro Pedro AzevedoUm bom regresso às lides, com as...

    • Pedro Azevedo

      Como dizia o Nelson Rodrigues a propósito do Brasi...