Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

22
Ago19

Cavaleiro da Dinamarca


Pedro Azevedo

Há um jovem Cavaleiro, oriundo do ‘Reino da Dinamarca’, que anunciou estar preparado para vender parcelas da ‘Gronelândia’, curiosamente, Greenland (terra verde), em inglês. Para tal, até se referiu a uns planos A, B ou C que teria em mente, dando assim conta de estar tranquilo e preparado para o processo, contando porventura com a boa vontade de algum Trump desta era moderna. 

Nao se sabendo que territórios iriam ser alienados, logo a instabilidade se apoderou de todos os habitantes da ilha, retirando-lhes o foco no trabalho. Os mais jovens, sem esperança no futuro, já previamente se haviam exilado fora da ilha, os mais velhos ainda vão resistindo perante a iminente venda de uma das mais importantes e produtivas parcelas da ilha, algo que depois de pré-comunicado levantou forte controvérsia (na ilha e no reino), pese embora o esforço desenvolvido em sentido contrário pelo ‘armador’ Brás&Braz, curiosamente mais conotado com outros reinos, que parece ter ‘dado um bacalhau’ à Comunicação do Cavaleiro.

Sendo certo que não se fazem Hamlets sem ovos, observadores do processo garantem que teria sido preferível identificar logo uma parcela e vendê-la do que desestabilizar toda uma ilha (e reino). 

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 23.08.2019

    Meu caro,

    sobre a Dinamarca: o Jyske Bank, de Silkeborg, oferece taxas negativas de crédito à habitação. O Nordea oferece taxa zero. Não há como não adorar o Keynes, não é? Ou não? Ou o Keynes é tipo Prozac e esta brincadeira vai pagar-se com juros, conjuntamente com todas as teorias do oásis que já tivemos ao longo da história?

    Nunca pedi a destituição de Varandas nem mesmo a demissão de Keizer. Limito-me a comentar factos e a analisar certas medidas que fazem pouco sentido à luz de um modelo económico de negócio sustentável.

    Que eu saiba para saber que se está a comer bom peixe não é preciso ser pescador. Não concordo de todo com essa sua ideia de que "ninguém melhor do que o Beto e o Viana sabe quem pode vestir de verde e branco", mas o Tiago Ilori e o Borja devem ter ficado orgulhosos.

    Sei muito bem o que são embaixadas - toque com a coxa sem deixar cair - e também sei o que são certas diplomacias.

    Já agora, meu caro, uma pergunta para queijinho: há 1 ano atrás, para si, o Demiral era craque ou não?

    Saudações Leoninas

    P.S. A Sporting SAD deve ser a única entidade cotada sobre a qual se entende que os sócios do maior accionista não devem escrutinar a actividade. Todos os dias, milhares de CEOs no mundo inteiro são sujeitos a esse escrutínio. Há canais económicos a transmitir 24 horas por dia informação diária relevante sobre empresas, casos da Bloomberg e do CNBC, mas no Sporting não. Parece mal, ao que "parece"...
  • Sem imagem de perfil

    RCL 24.08.2019

    Pedro
    Bom dia
    Tenho azar consigo, já não é a primeira vez. O exemplo das "embaixadas" ( Saldanha foi o Homem , mais tarde selecionador do Brasil) destinou-se à generalidade do Universo Leonino. Criticar, podemos e devemos mas há críticas e críticas.
    Demiral, como sabe, foi obra de Peseiro e Sousa Cintra.
    O Pedro sabe que com ordenados em atraso não há espetáculo. Assisti isso demasiadas vezes no clube.
    Quando um atleta, no caso Dost, tem uma folha salarial incompatível com as Finanças do Clube e manifesta, desde Maio(fez 1 ano!) vontade de sair, considero Bom ato de gestão "ajudar o jogador". O empresário colocou areia na engrenagem e isso foi reconhecido pela Direção do clube alemão. Aqui pedem a demissão de Varandas, eleito há menos de um ano. Inacreditável, muitos desses foram apoiantes de primeira hora.
    SL
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 24.08.2019

    Caro RCL,

    vamos por partes.

    não sei quem tem azar com quem. Sempre o respeitei, gosto francamente das suas histórias, do seu Sportinguismo, do seu humor, mas obviamente responderei sempre, sem passar um determinado limite, a "ferroadas".

    Primeiro ponto: se não há dinheiro e é preciso pagar ordenados (eu refiro-me a isso no texto, em "não se fazem Hamlets sem ovos), então não dever-se-ia ter gasto mais de 35 milhões de euros em contratações (fora comissões do Mercado de Verão). Gastar dinheiro que não se tem?

    Segundo ponto: o exemplo de Demiral serve como contraponto a quem diz que a Formação, dentro de um determinado "bucket" etário não tem qualidade. Se o turco tem ficado, quantos na blogosfera leonina não seguiriam as palavras de Varandas e não diriam que ele também não tinha valor?

    Terceiro ponto: o caro RCL parte do princípio que o Dost pediu para sair em Maio. Vamos considerar que até é verdade. Mas qual a razão por que o fez? Estava a ser empurrado para fora? E porque razão, sabendo-se que Dost queria sair, em 22 ou 23 milhões de contratações só no Verão, não veio um único ponta de lança? Foi mais importante trazer mais 1 central porque o outro contratado uns meses antes... ? Acresce que o contrato entre Dost e Sporting foi celebrado livremente. Bom acto de gestão, vender o goleador da equipa, bota de prata europeu há 2 anos, por 8 milhões de euros quando as avaliações do Transfermarket indicam 17 milhões?

    Quarto ponto: João Saldanha provou que pode não se ser craque e perceber de futebol. Mas há muitos outros, porque o futebol não se lê com os pés, ele requer sensibilidade na sua análise, e isso tem muito mais a ver com a pessoa do que com a sua profissão.

    Quinto ponto: não encontra um texto meu do período eleitoral a apoiar Frederico Varandas ou quem quer que fosse. Entendi na altura que o clube já estava demasiadamente fracturado. Não houve nenhuma candidatura que, para mim, tivesse o pacote completo.

    Sexto ponto: como sei que conhece bem o Brasil, vou fazer-lhe uma pequena provocação: talvez, nos sócios, falte um pouco da Democracia Corinthiana: a critica é legítima e pode ser solidária, a sua ausência pode ser cúmplice. É por isso que muitos que durante muito tempo se abstiveram de criticar BdC mais tarde decidiram lhe atirar com tudo, inclusivé com ataques pessoais nos quais eu já não me revi. Provavelmente, entendiam assim atingir a redenção.
  • Sem imagem de perfil

    RCL 24.08.2019

    Pedro Azevedo
    Reconheço que tenho pouco jeito para estas coisas da escrita, nunca consigo dizer a coisa certa. Tenho inveja do presidente Marcelo, com a resposta sempre na ponta da língua e certeiro, de notas em notas na TSF foi por ai acima.
    Se eu quisesse atingir o Pedro, tinha nomeado o seu nome. Alias não quis atingir ninguém em particular mas esta cisma sportinguista de mudança em mudança até à derrota final. Nunca ninguém tem tranquilidade para trabalhar, há sempre oposição porque sim, pelo menos desde João Rocha.
    Valeu a pena esta simples "provocação" para o Pedro mais uma vez brilhar. "Provocação" que não pretendeu ser.
    Ao camarada ai de cima, no meu tempo fazia bem mais que 30 embaixadas. Saldanha quando teve essa afirmação insurgia-se contra um bando de intelectuais que apenas sabiam criticar. Saldanha deixou caminho aberto para Zagallo, antigo extremo do Flamengo, ganhar o Campeonato do Mundo de 1970.
    SL

    PS: se há coisa mais incerta é a carreira de futebolista, Eusébio, Futre, Figo e Cristiano Ronaldo, só para citar exemplos conhecidos de todos, ja eram craque de berço. Grandes talentos que vi nas camadas jovens do Sporting "passaram". Quem diria que Bernardo Silva, queimado por JJ, seria hoje um dos 3 maiores jogadores portugueses da atualidade?

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Um ano extraordinário. À Sporting. A repetir, clar...

    • José da Xã

      Amigo Pedro,este foi um ano irrepreensível. A repe...

    • Pedro Azevedo

      Boa noite, caro S. Almeida e obrigado. Eu ainda te...

    • S. Almeida

      Caro Pedro AzevedoUm bom regresso às lides, com as...

    • Pedro Azevedo

      Como dizia o Nelson Rodrigues a propósito do Brasi...