Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

16
Jan20

Coates, Ruben e a dualidade de critérios


Pedro Azevedo

Coates coartado de jogar contra o Benfica, "Rambo" Dias limpo para defrontar o Sporting. Admito sem dificuldades que o uruguaio tenha merecido o amarelo, pese embora a sua movimentação tenha pretendido mais limitar a acção do seu adversário sadino do que propriamente tocar-lhe (não é claro sequer nas imagens televisivas que tenha tocado), já no caso do português torna-se difícil compreender como não foi visto dentro do campo o claro empurrão ao iraniano do Rio Ave (bem visível na TV). Do resultado prático disto tudo é que ninguém tem dúvidas: a falta de equidade no tratamento dos lances por parte de dois árbitros gerou uma situação clara de prejuízo do Sporting face ao rival Benfica a poucos dias do derby da capital. Num país onde a transparência fosse um pilar civilizacional, o Conselho de Arbitragem deveria dizer algo sobre o assunto, desde logo lamentando a dualidade de critérios e seu impacto imediato em prejuízo de um dos clubes e em benefício de outro, mas também dando nota de estar especialmente atento e tudo ir fazer para garantir uma maior uniformidade futura nas decisões dos seus colegiados. Mas isso seria num país onde a necessidade de transparência fosse um pilar civilizacional e um imperativo ético, por aqui achamos que uma polémicazinha à segunda-feira apimenta o interesse pelo jogo e não nos incomodamos que na opinião pública se crie a suspeição de que as assimetrias entre os clubes não existem só dentro do campo...  

coatesruben dias.png

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 16.01.2020

    Oxalá houvesse muitos Collinas para escolher. Assim... Viu algum árbitro português nos últimos mundiais ou europeus ( não me refiro ao VAR)? Acho que isso diz alguma coisa, não é verdade? Quer dizer, para mim diz. Aparentemente, para os interessados não. Se calhar o que é importante para os árbitros é um dia puderem ficar ligados à arbitragem, por exemplo com assento no Conselho de Arbitragem.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 16.01.2020

    Portugueses? Poucos. Mas Espanhóis? Muitos.
    Eu que nos últimos 20 anos passo boa parte do meu tempo em Espanha ainda ando à procura das 7 diferenças entre os dois países (por agora) da Península Ibérica. Mas isso é uma outra cantiga!

    SL
    Aboím

    PS: Creio que o Bruno Fernandes já faz parte do passado leonino mas quero deixar-lhe aqui a minha homenagem pois, além do exceptional jogador que é, ele sua a camisola e merece um futuro com mais dinheiro. Por ele receio que vai deixar de ser a vedeta do seu clube e que o seu empresário não terá o peso para mexer os cordelinos, mas "qui vivra verra!"
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 17.01.2020

    Bruno, Acuña, Mathieu, é possível ter saudades de alguém ainda presente!? É desta estirpe de jogadores que precisamos para sermos mais competitivos e melhor podermos enquadrar os nossos jovens. O que eu gostaria de ver no meu clube é todos os anos irmos buscar 2 destes. E dizer aos sócios a realidade: não podemos ser campeões nos próximos 2/3 anos, mas vamos fazer uma equipa muito competitiva, com 7/8 craques, jogadores da formação e sem classe média, recorrendo aos sub23 em caso de necessidade . Quando olho para o plantel que Allison teve, o que vejo? Meszaros, Eurico, Oliveira, Manuel Fernandes, Jordão. E ainda Nogueira e Marinho, dois mouros de trabalho. E mais? Dez jogadores formados no clube, 6 deles muito jovens: Barão , Bastos, Zezinho e Inãcio, Xavier, Virgílio, Ademar, Mario Jorge, Alberto e Freire. Custa entender isto? Mas o pior do mundo Sporting actual é misturar bom-senso com interesses. Segundo alguns critica-se por interesses, uns para vender a Sad, outros por poleiro, outros ainda por protagonismo. Enfim, talvez tb eu ache que quem não gosta de críticas possa ser considerado cúmplice do que acontecer no futuro, não sei. Ou talvez não saibam o que é um exercício de cidadania em democracia e sejam instrumentalizados a pensar que toda a gente se move dessa forma (afinal, estamos na era da simplificação , não é?), com essa desumanidade. O que sei é que seria ‘sad’ ver o Sporting perder a maioria da SAD e deixar de ser o clube que nos foi apresentado pelos nossos pais. Mas a continuarmos a gastar muito mais do que produzimos e a comprarmos banalidade estaremos mais perto desse cenário que a maior parte de nós , situacionistas ou não, não deseja. Só neste clube é que nos entretemos em fazer processos de intenção sobre críticos em vez de analisarmos a razoabilidade e acuidade dessas críticas. Muitos nem um relatório e contas alguns vez abriram na vida, mas nem isso os faz dar o benefício da dúvida antes de apontar o dedo. E quando é assim... Queira desculpar o desabafo que visa coisas que leio por aí e me deixam indignado.

    Um abraço para si e boa sorte para logo. Vamos ganhar!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Não joga o Palhinha, jogará outro. Por alguma razã...

    • Pedro Azevedo

      Num exercício meramente especulativo, imagino que ...

    • Pedro Azevedo

      Penso que jogará o Ugarte, que é tanto 6 como 8. O...

    • Verde Protector

      Estou bastante preocupado com esta ausência do Pal...

    • Pedro Manso

      Caro Pedro,Depois das declarações do ... president...