Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

28
Set20

Craque da semana (3)

Jens Hauge


Pedro Azevedo

O jogador desta semana é Jens Petter Hauge, um ala esquerdo ambidextro (pé direito como preferencial) que actua nos noruegueses do Bodo/Glimt. A realizar uma época espectacular, Hauge leva já 14 golos e 9 assistências em 17 jogos na Eliteserien (campeonato da Noruega), a que soma mais 3 golos e 3 assistências na qualificação para a Liga Europa (3 jogos). O Bodo/Glimt lidera isoladíssimo 

 

Com um valor de mercado apetecível (1M€ pelo Transfermarket) e apenas 20 anos, o norueguês, de 1,84m,  é um dos principais jogadores em destaque no futebol nórdico. Tal voltou a ser evidenciado na pretérita quinta-feira: no palco mítico do San Siro, Hauge foi o inimigo número 1 do AC Milan, marcando um grande golo num tiro de fora da área a dando uma assistência na derrota da sua equipa frente aos "rossoneri", próximo adversário do Rio Ave, por 3-2.  

 

Muito rápido na progressão com bola em transição, Hauge destaca-se em ataque organizado pelo poder das suas diagonais interiores, movimento usado para fazer uso do seu bom remate de fora da área ou procurar homens libertos pela atracção dos defesas na sua direcção. Frio na finalização diante da baliza, Hauge aparenta estar bastante desvalorizado face ao seu rendimento actual e margem de progressão. Uma boa oportunidade de mercado para quem queira compatibilizar velocidade, robustez, golo, inteligência de leitura do jogo e uma técnica muito razoável. 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 29.09.2020

    Boa noite, caro Verde Protector.

    Creio que Klopp está a fazer escola e que mais equipas irão apresentar um trio dinâmico na frente no futuro. Será que depois da extinção do 10, estaremos a ver os primeiros passos do desaparecimento do ponta de lança como sempre o conhecemos? Parece estar a desenhar-se uma nova tendência no futebol mundial. O 4-3-3 de Klopp tem 3 médios todo-o-terreno e não tem alas ou ponta de lança, antes 3 avançados móveis. Um deles é mais cerebral ( Firmino) e central no campo, e tanto recua para organizar o jogo como se adianta para servir apoios frontais ou laterais às motos (Salah e Mané) da equipa. Há aqui algum pioneirismo e é natural que depois surjam seguidores. Há coisas na vida que por vezes se estranham e depois se entranham, e no futebol não será diferente. Creio que a velocidade será um elemento determinante do futuro avançado, bem como a capacidade de jogar dentro e fora da área.

    PS: Respondendo directamente à sua pergunta, parece que sim, que Amorim vê Tabata como alguém que encaixa nessa filosofia de avançados dinâmicos. Eu gosto quando há um racional por detrás das coisas , pelo que a esse nível nada a dizer. Outra coisa é já irmos em 7 contratações. Eu sempre disse que preferia que comprássemos jogadores com a capacidade de fazer a diferença. O Jardel, por exemplo, fê-la instantaneamente desde que chegou. O André Cruz, idem. E não foi por acaso. Eram jogadores muito diferenciados, como se diz agora, cada um muito competente na sua função. Bom, o Jardel não era nada móvel. Mobilidade com ele só no marcador. E não era pouca.

    Saudações Leoninas
  • Sem imagem de perfil

    Verde Protector 29.09.2020

    Foi pena o Jardel ter-se deixado levar pelos vícios e pelas promessas do empresário. Klopp joga sem ponta-de-lança fixo, mas tem, como diz, 3 todo-o-terreno no meio campo. A mim não me agrada a ideia de Ruben Amorim de jogar só com 2 no meio-campo. Estamos sempre em desvantagem numérica. Preferia um 3-5-2, por exemplo. Foi curiosa a entrada de Daniel Bragança precisamente para termos 3 no meio-campo. Saudações leoninas!
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 29.09.2020

    Já no ano passado, creio que contra o B SAD, Amorim tinha testado isso. Na altura saiu Jovane (lesionado) e entrou Geraldes. Os resultados mantiveram-se inalterados pós-alteração, tanto num jogo como no outro, e ambos vencemos por 2 golos. Em termos de controlo do jogo, a ideia que ficou em ambos os jogos foi que o nosso conforto aumentou, porém não marcámos golos (também não sofremos).

    Saudações Leoninas
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes