Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

12
Out20

Craque da semana (5)

Dennis Man


Pedro Azevedo

Avaliado em 5M€ pelo Transfermarket, Dennis Man é um esquerdino romeno que actua pelo lado direito do ataque ou como segundo ponta de lança no nosso velho conhecido Steaua de Bucareste. 

 

De apenas 22 anos (1.83m), Man é, à semelhança de Alexandru Cicaldau (23 anos, médio, Universitatea Craiova), uma já certeza do futebol da Roménia. Internacional A em 4 ocasiões, Man parte usualmente da direita através de diagonais para o centro onde alia velocidade, controlo da bola e remate letal.  

 

Dado o seu dinamismo e capacidade concretizadora, as características do "Canhoto da Transilvânia" adequar-se-iam quase na perfeição ao esquema que Ruben Amorim implementou para os 3 jogadores da frente. 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 12.10.2020

    Meu caro, eu não sou agente de jogadores nem scout e a única coisa que defendo é que o Sporting deve ter uma política desportiva assente na Formação e complementada com 3 jogadores de qualidade anualmente, o que terá muito pouco a ver com as últimas décadas do clube. Mas isso é uma coisa, outra coisa é uma rubrica de animação de um blogue que pretende dar a conhecer jogadores que não são tão falados mas têm qualidade. Se no caso particular falei no Ruben tal deve-se às características deste jogador se adequarem ao estilo de jogo do Sporting. Quanto à termos ou não jogadores de topo para essas posições, meu caro, como deve compreender, se eu só preconizo 3 contratações por ano haveria outras prioridades. Estritamente como responsável deste blogue diria que seriam as posições de ponta de lança, central pela esquerda e segundo médio para fazer companhia a Matheus. Mas isso é uma avaliação que fiz antes do início da época e entretanto chegaram 8 jogadores para diversas posições, lote do qual destaco Pote e João Mário como aqueles que se enquadrarão não minha ideia de qualidade.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 13.10.2020

    Caro Pedro Azevedo,

    "Mas isso é uma coisa, outra coisa é ..." (texto retirado do seu comentário)
    O Pedro Azevedo não é um Sportinguista "qualquer". Tem ambições que não estão ao alcance da maior parte dos Sócios e Adeptos. Posso estar enganado, mas foi um link publicado, noutro blog, que me levou aqui e nessa publicação, o seu autor refere que o Sporting precisa de um Líder. Esta ambição pode não ser falada na 1ª pessoa do singular, mas foi expressa por terceiros, que penso de sua confiança.
    Assim, sinto que uma rubrica de animação onde se pretende dar a conhecer jogadores não faz sentido. O papel do presidente não pode ser confundido com o de treinador. Este sim, responsável por tão prazerosa e deliciosa tarefa. A estrutura do futebol terá, ou não, capacidade de satisfazer as necessidades do treinador. Um trabalho conjunto, também limitado com a saúde financeira do Clube. Refiro, também, que a formação deverá ser fonte de abastecimento de jogadores para o plantel principal.

    No contexto balizado a responsável de blog, terei todo o gosto de me "contradizer" e vê-lo, apenas, nesse papel.
    Rúben Amorim é adepto fervoroso do sistema tático 3-4-3. Este sistema bem orquestrado por bons jogadores permite praticar um futebol robusto, quer defensivamente, quer na componente atacante. E dentro deste sistema tático permite muitas variantes.
    Rúben Amorim prescindiu de um reforço para o centro do ataque, o tal ponta de lança, porque está a formar um tridente ofensivo "vagabundo" onde qualquer um pode ocupar o lugar do colega da mesma linha do sistema tático. Ou seja, tem apresentado 3 interiores (Tiago Tomás, ponta de lança, joga como interior). E em Portimão, foi um interior a jogar ao lado do Matheus Nunes. É que pontas de lança, baratos e bons, é uma raridade nos dias de hoje. É um sistema tático que obriga a muito desgaste do tridente ofensivo, porque eles também fazem o papel de primeiro bloco defensivo, a chamada" pressão alta". Por isso temos muitos e bons interiores.

    Para fazer companhia a Matheus Nunes temos o Palhinha e o Daniel Bragança. Produto interno. Palhinha deverá fazer companhia a Matheus Nunes quando o meio campo tiver que ser mais robusto na força, contra adversários mais fortes.
    Pote foi um obreiro incansável que permitiu soltar o Matheus Nunes.

    A posição de central esquerdo temos 2 jogadores, na posição central direita só temos 1 jogador, o Eduardo Quaresma. Neto é defesa central para o centro da defesa e começou na direita por impedimento do miúdo que esteve de quarentena.

    Nuno Santos é um belíssimo jogador que pode fazer a ala esquerda. Companhia ao Matheus Nunes.

    Cada cabeça sua sentença. Respeito todas as opiniões diferentes das minhas. E mudo muitas vezes. Terei todo o gosto em ler os seus posts e comentários. E os comentários de outros utilizadores deste blog.

    E desejo as vitórias do nosso Clube, independentemente do presidente, estrutura, treinador, técnicos adjuntos e jogadores.
    E se me for permitido, expressarei como sinto, sem filtros, o meu Amor pelo Sporting!

    David Rodrigues
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 13.10.2020

    Meu caro, eu sou um Sportinguista "qualquer". Aliás todos o somos, o clube é que é importante. Não sei se o seu entendimento de ambição é equivalente ao meu, daí não poder concordar ou deixar de concordar consigo. Se para si ambição é cobiça, então não estou de acordo. Mas, se por um acaso, ambição para si deva ser acompanhada de preparação, então já corroborarei.

    Não sei o que para si fará sentido, mas a honestidade intelectual a mim faz muito sentido. Logo, desde o momento em que senti vontade em intervir no clube tive o cuidado de o declarar sob a forma de uma Declaração de Interesses. Outros, porventura, não o fizeram ou farão. Não me cabe a mim criticar essa(s) atitude(s), não me venha é atacar na minha dignidade. Isso expõe-me logicamente perante quem esteja interessado em deturpar os factos. Ora, eu primeiro comecei a escrever em blogues. Quando criei a rúbrica, fi-lo para chamar a atenção sobre jogadores de mercados periféricos que eu acho interessantes, não necessariamente para o Sporting. Porque o futebol são os jogadores e o público, tudo o resto subordina-se a isso. Se um jogador que eu aqui mostrei for contratado por um grande clube, então isso é sinal de uma boa selecção da minha parte. Não vejo em que é que ter orgulho de uma selecção que se faça possa ser engulho para alguém. Acontece que eu não ocupo qualquer função no Sporting e não há eleições marcadas. Sucede também para todos que me aqui acompanham há mais de 1 ano que eu defendo a existência de um Director Técnico para o futebol que superintenda futebol profissional e de formação e que esteja hierarquicamente superior a gestão de activos e scouting. E que a política desportiva seja assente aí e não esteja dependente de um treinador que hoje está connosco e amanhã se vai embora. Como poderia a política desportiva de um clube assentar na figura de maior fragilidade num clube que é a do treinador? Repare que só no caso do presidente Varandas - o tal que o deve desapontar quando diz que "futebol é fácil, fácil" ou nos faz passar por relapsos quando afirma que não percebemos nada e "Jesé é um avançado centro" - já por cá passaram 6 treinadores, pelo que os motivos para eu pensar que o senhor está errado são suportados no que a prática nos diz. Posto isto, eu tenho uma liberdade como adepto que não teria como presidente. Logo, nessas funções não me permitiria falar sobre jogadores potencialmente interessantes. Como qualquer pessoa do bem facilmente copreenderá.

    Caro David Rodrigues, o senhor começa por dizer que me começou a ler no "Tudo ao Molho" do jogo de Portimão, mas depois acaba a falar em carimbos que precederam esse texto. Não sei se foi ou é funcionário público, ou se os carimbos o impressionam muito, para mim representam apenas um remate de um assunto. E fico satisfeito, sentimento que advém de ter concluído (Jens Hauge) que não andei a vender gato por lebre aos meus Leitores.

    Quanto ao nosso clube, há alguns que o descobriram agora, outros há que erradamente confundem as coisas e de tanto quererem esta Direcção fora infelizmente a associam com os jogos do clube, acto que considero repudiável. Digo-o porque leio que o assumem publicamente, pois jamais ousaria supor tal e dizê-lo publicamente de um Sportinguista. Eu, que nunca ganhei um cêntimo com o clube nem propositadamente sirvo publicidade neste espaço, desejo ardentemente que ganhemos sempre. E,como eu, a grandíssima maioria dos sócios que nada têm a ver com a imagem que por vezes se tenta transmitir do adepto do Sporting comum. Aliás, é preciso alguém ter uma cabeça muito mal formatada e possuir muito poucos valores comportamentais para pensar que outro alguém, só porque os améns destina-os apenas a Deus e a Santa Maria, quereria o mal do Sporting.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Caro Pedro,Talvez por mero acaso estou-me a lembra...

    • Pedro Azevedo

      Fantasma na ópera e eSCALAr para a Europa. Faz sen...

    • Pedro Azevedo

      Entretanto, o Famalicão deu-nos uma mãozinha…

    • João Gil

      O Sporting não vai chegar tarde à Europa. O Benfic...

    • JG

      Caro Pedro sem dúvida esses troféus são importante...