Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

20
Jul20

Do mal o menos


Pedro Azevedo

Bem sei, esta temporada ficará aquém dos pergaminhos do clube. Porém, com a derrota do Braga hoje em Tondela, bastará ao Sporting uma vitória na recepção ao Vitória Futebol Clube (de Setúbal) para automaticamente assegurar o 3º lugar no campeonato. Dir-me-ão que terceiro ou quarto é igual. Não é, na medida em que o último lugar no pódio garante a passagem imediata à fase de grupos da Liga Europa e mais algum dinheiro (embora nada que se compare à Champions), evitando assim o Sporting disputar duas fases a eliminar e podendo começar a época mais tarde. Uma boa notícia, portanto. (Mas é preciso ganhar amanhã.)

7 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 21.07.2020

    É verdade Luís, também gosto do Vitória, mas o Sporting quando entra em campo é sempre para ganhar. E vamos ganhar. Do mal o menos, esta época não ficará na nossa memória pela positiva, mas a aposta na Formação e o apuramento directo para a Liga Europa dar-nos-ão simultaneamente alguma esperança e tempo para recarregar baterias. Porem, a chegada de Jesus coloca um risco: o de procurarmos atalhos para abreviar o caminho. Ouvindo ontem o Ruben Amorim, pareceu-me que isso também o preocupa pois compreensivelmente não quer que saiamos do nosso caminho pré-definido. Vamos ver o que nos reserva o futuro. Não estou com muita ilusão face aos reforços que têm vindo a ser falados na imprensa e continuo a aguardar pelo necessário emagrecimento do plantel e custos, tantos e tão caros são os jogadores que nem no banco se sentam e estão na nossa folha de pagamentos. Precisamos de colocar os inúmeros excedentarios e de 3 jogadores de indiscutível qualidade. Caso contrário, Ruben Amorim não poderá fazer milagres, pese embora tenha pegado muito bem na equipa e seja portador de um discurso muito bom.

    Saudações Leoninas
  • Sem imagem de perfil

    Luís Ferreira 21.07.2020

    Pois eu no Feddal ainda entendo. Já discutimos isso, mas sem conhecer o jogador, quem o viu jogar diz-me que tem alguma qualidade. Mas quem sabe Amorim fará de Acuña uma espécie de Azpilicueta?

    Porém, nos casos que se falam do Adán e, sobretudo, do Porro custa-me muito entender.

    Se o Pedro não tem "muita ilusão" eu não tenho nenhuma!
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 21.07.2020

    Já dizia o Auguste Comte que tudo na vida é relativo, e esse é o único valor absoluto. O Feddal tem qualidade comparado com o quê? O Matvienko, o Nastasic, o Vertonghen? Enfim, nunca disse que era um cepo, mas se é para acrescentar do jeito que Mathieu fazia então simplesmente não é esse jogador. Quanto à Adán, acho indiscritível. Parece a parábola do Jardim de Éden e o fruto proibido. Gastar dinheiro em prémios de assinatura, comissões e ordenado robusto de um jogador que nunca pegou em grandes clubes não tem justificação possível. Em relação ao Porro, não conheço o jogador. Vejo as suas estatísticas e estão longe do brilhantismo. Mas com a reserva de nunca o ter visto jogar. Mas o que não me parece nada bem é recebermos jogadores por empréstimo. No caso, do Manchester City. Já agora, Feddal e Adán vêm do Betis e Atlético Madrid, respectivamente, clubes com que negociámos anteriormente William e Gelson que tinham rescindido. A confirmar-se parece a história da oescadinha de rabo na boca.
  • Sem imagem de perfil

    Miguel C 21.07.2020

    Já agora, Feddal e Adán vêm do Betis e Atlético Madrid, respectivamente, clubes com que negociámos anteriormente William e Gelson que tinham rescindido.

    Nem é pescadinha de rabo na boca, é a prova de que se escolheu o caminho do carrocel do jorge mendes, sabendo como isso prejudica os clubes mas fazendo de conta que não.
    Fosse pescadinha de rabo na boca e ficava, basicamente, tudo na mesma. Só que não fica. Fica muito pior.
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 21.07.2020

    Pescadinha de rabo na boca no sentido de castigo de Sísifo, estar sempre a começar de novo. Mesmo que a cada recomeçar a tona de água esteja cada vez mais longe. Aguardemos porém, nada ainda é definitivo (tanto quanto sei).
  • Sem imagem de perfil

    Miguel C 21.07.2020

    "Aguardemos" + "nada é ainda definitivo" = Pescada (antes de o ser já o era.)

    Ou, por outras palavras: igual a "já está, já está".

    O Sporting só vai ser devolvido aos adeptos já sem sad. Sobrinhos e Jorges Mendes gostam é de nos ver a discutir posições de jogadores e posições na tabela classificativa.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes