Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

27
Mar19

Excrecências medonhas


Pedro Azevedo

"Tira a mão do queixo não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas pra dar
E enquanto alguns fazem figura
e sucumbem á batota
Chega a onde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota
 
Enquanto houver estrada pra andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada pra andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar
 
Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
A liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo" - A gente vai continuar (Jorge Palma)

 

Poderá haver quem goste deste tipo de coisas. Alguns até chamarão à colação a velha teoria de que a polémica é necessária e alimenta os seguidores do fenómeno futebolistico. Mas sejamos sérios: Vitor Catão e César Boaventura são a ponta do icebergue do estado em que mergulhou o futebol português. Sinais que parecem não incomodar as autoridades deste país, desde quem nos governa, passando pelo poder judiciário, até quem gere o nosso futebol. 

 

Só há uma forma de parar isto: os amantes do futebol fazerem boicote aos jogos, não comparecendo nos estádios e não vendo as transmissões televisivas. Se o dinheiro à volta do futebol começar a minguar, os agentes envolvidos vão sentir o solo a fugir-lhes dos pés e serão obrigados a definir regras, cumpri-las e regenerarem-se. A alternativa é continuarmos a fingir que nada se passa, à espera de umas quantas vitórias à Pirro, o que nos tornará cúmplices de toda a situação. A dependência é uma besta, como diria o Jorge Palma, mas se esta é a "droga" que nos servem, então eu prefiro a "metadona" das modalidades ou a "ressaca" de uma cura de desintoxicação. 

 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    LeãoSempre 27.03.2019

    Pois!
    Não foi em 1910, não foi em 1926 ou em 1932, também não foi em 1974 que nos atámos ao leme da vontade de mudar esta (coisa) a que chamamos, às vezes um tanto eufemisticamente de país! Esta cena do tal de Catão e do outro da boa ventura é mesmo só para a gente rir, não é? Ou será mesmo que temos de chorar e trincar os dentes para não partir isto tudo? As "nádegas", lembram-se? O outro tinha ou não razão? É feio, não é? O problema é que quando oiço aqueles dois murcões naqueles videoscenosos e nojentos só me apetece bater, partir, deformar, gritar e mostrar aos quatro ventos a vergonha nacional que abrange variadíssimos sectores da sociedade dos quais o desporto em geral não é o mais escondido deles todos! Porra! Tou farto!!!!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Para um clube como o Sporting é fundamental estar ...

    • Pedro Azevedo

      Eu creio que o maior erro da história do Sporting ...

    • Pedro Azevedo

      Obrigado. Matheus Nunes teve um mau jogo em Famali...

    • Manuel Cunha

      Coisa boa. Matheus Nunes parece estar a voltar ao ...

    • Bruno

      Vai ser uma época difícil, o que eu temia está a c...