Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

11
Nov20

From Hungary with love


Pedro Azevedo

Lá fora ("Tão grandes como os maiores da Europa"): Ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro, Péter Szijjártó, dá entrevista ao canal RT com "hoodie" do Sporting vestido. 

ministro dos negócios estrangeiros húngaro.jpg

Cá dentro: A Bipolarização diariamente na nossa imprensa

BenficaPorto.jpg

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 12.11.2020

    Amigo José,

    o que é curioso é que o Benfica, desde que os seus dirigentes meteram na cabeça a ideia da hegemonia no futebol português, deixou de ser relevante na Europa. Essa tal de hegemonia traduziu-se num enfraquecimento geral do futebol jogado em Portugal e da sua competitividade no plano europeu. O Porto, que também teve períodos hegemónicos, ainda foi disfarçando, mas o Benfica nem por isso. O Sporting desde o início do milénio atingiu patamares semelhantes aos do Benfica na Liga Europa, o que não sendo bom denota que não houve transfer significativo do campeonato português para as provas uefeiras. Porto e Benfica deveriam era estar preocupados em fazer parte de um campeonato competitivo, com intensidade, menor desnivelamento entre equipas, mais e melhor distribuição dos dinheiros, em detrimento da política de terra queimada que vão perseguindo e que de forma alternada, em fases diferentes, estrategicamente passou por enfraquecerem o Sporting. O resultado disso? Olha-se para as contas do Porto e estão lá 115 milhões de prejuízos antes da venda de jogadores. E as do Benfica apontam para cerca de 100 milhões negativos antes da venda de jogadores. É só saúde... O dirigismo português enferma de uma enorme falta de visão de médio/longo prazo. A somar a isso, a preocupação insuficiente com a transparência e integridade das competições por parte de quem deveria saber impor regras cria a caldo cultural com que depois vamos sendo confrontados quase diariamente. E ainda há quem tenha responsabilidades e sonhe que este produto é vendável nestes termos...

    Forte abraço
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Boa noite, Miguel, e muito obrigado. De facto morr...

    • Anónimo

      Boa noite Pedro:O seu post mantém qualidade a todo...

    • Pedro Azevedo

      Obrigado,meu caro Bráulio. Deixou água na boca, de...

    • Bráulio Pereira

      Bem escrito como de costume. Também fiquei muito f...

    • Liondamaia

      Mas porque raios hão-de correr mal e não hão-de co...