Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 16.09.2020

    Meu caro, o futebol deve ser como qualquer outra indústria. Tem de haver regras, procedimentos, concorrência leal, transparência, competitividade e no final ganharem os mais competentes dentro do campo e que prepararam melhor a época desportiva. Tudo o que seja fora destes princípios é pouco claro, nada transparente e não ajudará a vender o produto nacional e internacionalmente bem lhe data credibilidade.

    Quanto ao Sporting, o papel de um sócio é apoiar o clube, garantir a sua perenidade e querer sempre um clube melhor. Como tal, compete-lhe estar informado sobre a actividade do clube, suscitar questões, propor soluções. Infelizmente, aquilo que devia ser visto como um exercício de cidadania leonina é muitas vezes questionado por uma classe muito nossa que é a dos críticos dos críticos. Ora, como para mim o guardião do Sporting que eu reconheço é o Damas, aquele Sporting em que me revejo é o de Ribeiro Ferreira e João Rocha e o lema que tenho sempre presente é o de José Alvalade continuarei a lutar por esse clube, indiferente às tais críticas maldosas e mal-intencionadas para as quais o meu caro me prepara. Sabe, é que eu tenho um histórico de luta no sentido da prevenção de conflito de interesses e promiscuidades e quem me conhece reconhece isso. Não sei se isso incomoda alguém, mas haverá críticas em que provavelmente quem atirará a pedra não terá a noção que ela só o ferira a si próprio e à imagem que dele ficará. Eu cá continuarei a criticar actos de gestão que o mereçam, isolando sempre as críticas às pessoas. Na minha forma de ver as coisas, eu não tenho de criticar pessoas, tenho sim de tentar comportar-me de acordo com os meus valores. O resto será julgado num plano superior, para quem acredita como eu.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Muito bem mesmo, caro Salgas. Ambos jovens, com pr...

    • Salgas

      As duas combinadas desse modo ainda não tinha vist...

    • Pedro Azevedo

      Caríssimo Aboím,Vilar das Perdizes está no mapa pe...

    • Anónimo

      Menos sobrenatural esta frase da escritora polaca ...

    • Anónimo

      Caro Pedro,Do meu tempo (de Portugal, entenda-se) ...