Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

05
Mai20

Leões de Faro na Primeira Liga


Pedro Azevedo

O Sporting Clube Farense, fundado a 1 de Abril de 1910 e filial nº2 do Sporting Clube de Portugal, viu hoje confirmada, por decisão da Direcção da Liga de Clubes, a subida à Primeira Liga. Parabéns aos "Leões de Faro" e, em particular, ao médio Ryan Gauld, nosso antigo jogador e elemento determinante (9 golos, 7 dos quais nos últimos 7 jogos, melhor marcador da equipa) na ascensão do clube algarvio.

S.C._Farense.png

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 05.05.2020

    Caro JG, seria bom que o Sporting conseguisse recuperar o espírito inicial das filiais, mantendo com elas uma relação privilegiada em tudo menos o que pudesse ofender a verdade desportiva. Empréstimo de jogadores, possibilidade de usarem as instalações da Academia (menos nos jogos contra nós, obviamente), partilha de know-how, etc. Admito que se deva ser mais criterioso, a bem da transparência, quando se trata de clubes do mesmo escalão, todavia. Mas faz-me confusão, por exemplo, o abandono a que deixámos as nossas filiais ultramarinas, desde o Sporting de Lourenco Marques (hoje Maxaquene), onde se iniciou o Eusébio, até ao Sporting de Benguela onde Jordão deu os primeiros pontapés na bola de forma oficial.

    Aborda, é muito bem, a distribuição geográfica das equipas da Primeira Liga. Pouco sul, pouco interior. Do Alentejo creio que tivémos o Lusitano de Évora, o Elvas, o Estrela de Portalegre (uma época? ) e o Campomaiorense. Vamos ver se o Algarve conseguirá 2 representantes em 20/21, não está fácil para o Portimonense.

    Quanto ao Gauld: jogador sem sorte. Sempre que está num pico de forma acontece algo. Foi assim no Setúbal quando aquele incidente entre as direcções (tempo de BdC) o tirou dos braços protectores de Couceiro e o devolveu ao exílio da equipa B; assim continuou na primeira passagem por Faro quando saiu para a Escócia; e agora, quando estava numa série de 7 golos em 7 jogos e surgiu a pandemia. Menos mal, ao menos subiu com o Farense. Espero que consiga aceitabilidade necessária agora na Primeira Liga.

    Saudações Leoninas
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Boa noite, Miguel, e muito obrigado. De facto morr...

    • Anónimo

      Boa noite Pedro:O seu post mantém qualidade a todo...

    • Pedro Azevedo

      Obrigado,meu caro Bráulio. Deixou água na boca, de...

    • Bráulio Pereira

      Bem escrito como de costume. Também fiquei muito f...

    • Liondamaia

      Mas porque raios hão-de correr mal e não hão-de co...