Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

23
Nov19

Libertado o jejum


Pedro Azevedo

Trinta e oito anos depois o Flamengo volta a vencer a Copa Libertadores da América! Num jogo muito idêntico àquela célebre final da Champions em que o Manchester United marcou dois golos nos últimos minutos de uma partida onde na maior parte do tempo foi inferior ao Bayern de Munique, o Mengão virou o marcador com um bis de Gabigol, um jogador que curiosamente estava a ser um dos piores da equipa brasileira, derrotando assim o River Plate. Os argentinos falham a revalidação do título obtido no ano passado e Jorge Jesus consegue um feito histórico na América do Sul, dando o 2º título continental aos cariocas da Gávea. Depois da gesta de Zico, Júnior, Leandro e Mozer, agora apoiado na geração de Gabigol, Ewandro Ribeiro, Bruno Henrique e De Arrascaeta o Flamengo volta a erguer o mais importante troféu da América. 

 

P.S. Com este triunfo, JJ torna-se o segundo europeu a vencer a Libertadores. Curiosamente, o primeiro também treinou o Sporting. Chama-se Mirko Jozic e ofereceu-nos do melhor futebol que se viu em Alvalade. Lembram-se?

gabigol.jpg

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 24.11.2019

    Mirko Josic trouxe uma ideia de futebol muito positiva e nessa época apostou em vários jovens. Infelizmente, houve inúmeros jogos em que fomos prejudicados pelas arbitragens. Aliás, se tivesse de escolher uma temporada em que isso foi incontornável, seria essa. Já não tínhamos Simão quando fomos campeões, mas Duscher foi um jogador muito importante nessa campanha. O Quiroga se bem me lembro esteve lesionado, jogou menos. Não sei se a base de Josic foi preponderante, se foi a pré-época de Materazzi, ou se o mérito deve ser dado a um Inácio que fez renascer o Acosta e pôs o De Franceschi a jogar o melhor futebol da sua vida, ou se foi a combinação de tudo isto, certo certo é que interrompemos o jejum de 18 anos.

    Um abraço Luís
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Miguel

      Assino por baixo.Cabeça fria, empenho, confiança.O...

    • Vero Leão

      Caro Pedro, o mais importante neste momento é ter ...

    • Anónimo

      Bom dia a todos.Sempre disse que a compra do Pauli...

    • Costela Sportinguista

      Na mouche meu bom amigo Pedro!Calma e Serenidade: ...

    • Anónimo

      Olá Pedro, apenas um lembrete off the record: Visi...