Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

20
Out19

Medo...


Pedro Azevedo

"Vamos estar atentos ao Mercado de Janeiro", diz Hugo Viana. Entre outras considerações, como "a época foi planeada com Keizer como treinador" (interessante fraseado) e a não inscrição de Pedro Mendes, que o Director para o Futebol recorda ter sido uma "decisão de Marcel Keizer". A coisa lembra-me vagamente um filmo americano, o "Blame it on the bellboy", temendo-se uma reprise de "O carteiro toca sempre duas vezes" após o Natal e Dia de Ano Novo.

24 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Ena, com tantos erros acho que não me saiu a sorte...

  • Valmira

    Bole posts meus parabéns. ;) Mega Sorte (https://w...

  • Pedro Azevedo

    Olha que, contando com os anéis de campeão como tr...

  • Pedro Azevedo

    Boa noite, Miguel. Alvaro Vaz de Almada, o Conde d...

  • Anónimo

    Boa tarde Pedro:A propósito de maniqueísmo e guerr...