Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

03
Mai19

O melhor Ala Esquerdo de sempre


Pedro Azevedo

Hoje, peço aos Leitores que escolham o melhor ala esquerdo da nossa história. As opções, por ordem cronológica, são:

1) João Cruz;

2) Albano;

3) João Morais;

4) Juan Seminário;

5) Fernando Peres;

6) Dinis;

7) De Franceschi.

 

Não hesitem e deixem aqui a Vossa opinião. Participem! Adicionalmente, pedia que ordenassem decrescentemente, do melhor para o menos bom, os sete jogadores nomeados. Agradecia apenas que, conjuntamente com o voto, indicassem o nome ou pseudónimo com que habitualmente aqui assinam. Então, está aberto o inquérito (até às 23h59 de hoje). O resultado será apresentado às primeiras horas de amanhã. Muito obrigado e viva o Sporting!

 

P.S. Cristiano Ronaldo e Futre, que tiveram passagem breve pela primeira equipa do Sporting, aparecerão no inquérito "o melhor jogador produzido pela Formação".

 

Resultados - "Melhor Ala Esquerdo de sempre": Albano (99 pontos). Completam o pódio Juan Seminário (65) e João Morais (50).

albano.jpg

Albano, o melhor Ala Esquerdo para os leitores de "Castigo Máximo"

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 03.05.2019

    Até me admirava de as coisas estarem a correr tão bem, sem críticas. Então, desprezo à Formação ? Por acaso não leu a ressalva de que será eleito o ‘melhor jogador produzido pela Firmação’? Bom, se não faz sentido ter contemplado um jogador campeão, titular indiscutível é incansável no campo, tanto que era ele que puxava pela equipa nas segundas partes, e faz para si mais sentido escolher Pedro Barbosa, um jogador que discutia nessa época a titularidade com Toñito, então está ‘certo’. O Futre, o Ronaldo são enormes referências da Formação do Sporting, mas jogaram connosco pouco tempo e não foram determinantes nesse período, não ganharam títulos, nem eram titulares absolutos.,Aliás, o Futre esteve para ser emprestado à Académica no início da época seguinte. Oxalá tivessem tido outra relevância no nosso clube, mas para isso teria sido preciso haver uma política de Formação, que estabelecesse que os jogadores ficassem connosco 3/4 anos antes de saírem. O O Futre esteve para sair para a Académica e sabe-se lá o que lhe teria acontecido. Teve ele azar, e tivemos nos mais azar ainda, porque Allison foi embora e não teve tempo para o rendibilizar com as nossas cores. Por isso Luís, embora louve o seu papel de detective de incongruências, não é a mim que se deve queixar por esses jogadores terem jogado tão pouco no clube. Ser adepto da Formação é pedir oportunidade para os jogadores poderem mostrar o seu valor diante de nos, não é querer incluir numa lista de jogadores que foram relevantes no clube outros que nem tiveram tempo (infelizmente) de o mostrar. Não se confundam alhos com bugalhos.

    PS: menosprezar o Seminário face ao Pedro Barbosa é uma piada, não é? O Dinis foi um jogador referência de uma geração, o Peres idém. O Seninario era tão bom que houve um brasileiro, desconhecido para muitos, que passou pelo clube nessas duas épocas ( Fernando Puglia) e conseguiu um registo de 1 golo por jogo. Onde queria por o Sa Pinto? Sempre foi um segundo avançado, queria colocá-lo numa ala?

    Pedro Azevedo (via telemóvel)
  • Sem imagem de perfil

    Luís Ferreira 03.05.2019

    Caro Pedro,
    Em relação a "desprezar a formação" julgo que deixei explicíto que estava a brincar. E quanto às "críticas", não são mais do que uma divergência de opinião e também tentei tentei deixar claro o quanto aprecio este exercício e estes posts. E as "críticas" foram para não esquecer dois jogadores históricos do Sporting (Pedro Barbosa e Sá Pinto), campeões e capitães, que também foram referências de uma geração. Perante a abundância de qualidade nos médios atacantes/2º avançados não estranhei a ausência de Sá Pinto. Já ausência de Pedro Barbosa, para escolher um jogador que fez apenas uma época no Sporting, a mim faz-me muita confusão. E sim, prefiro Pedro Barbosa a Seminário que nunca vi jogar e que por muito bom que fosse fez apenas duas épocas no Sporting e não ganhou nenhum título.
    Um abraço
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 03.05.2019

    Caro Luís, escolher 7 jogadores por posição num clube com uma história tão rica como a do Sporting não é tarefa fácil . Como não será para os Leitores hierarquizá-los. Mais do que o resultado final, aqui o mais importante é relembrar jogadores um pouco esquecidos na memória dos menos novos e permitir aos mais novos que os descubram e vão ler mais sobre esses jogadores. Na escolha desses jogadores estabeleci critérios. A escolha do italiano pode parecer polémica, mas é preciso perceber o significado para a minha geração da conquista do campeonato de 2000, interrompendo um jejum de 18 anos. Aliás, o país parou. Depois, quis procurar alas puros, extremos, sendo que a excepção foi Peres, por ser um extraordinário jogador, mais regular e com melhores números do que o Pedro Barbosa. Este último um bom jogador, mas que nessa campanha era geralmente substituído aos 60 minutos por Toñito, quando não era o contrário. Por outro lado, o italiano foi preponderante, num sobe e desce constante pelo flanco nessa campanha. E tinha uma eficácia nos centros para a área incomum. Tendo e colocado, quase sempre. Para mim foi essencial no título. Não quiseram pagar 1,5 milhões de euros pela sua cláusula, acabámos por ir buscar Alan Delin, perdão, Mahon , é mais tarde Tello (6 milhões) e a equipa afundou/se. E ter-se-ia continuado a afundar passado outro ano ( 2 derrotas em 3 jogos), caso Jardel não tenha chegado em 2002. Em relação a João Mário, é difícil deixar de fora um produto da nosss Formação que nos tendeu a maior venda da nossa história. Também equacionei Slimani, mas Liedson e Acosta ainda foram mais preponderantes. Por outro lado, em números, Barbosa dificilmente encaixaria no excelso lote de médios ofensivos. Do lado esquerdo, acho que os jogadores mencionados foram mais relevantes nos títulos conquistados. Quanto ao Seminário, bom, para muitos nascidos na década de 40 e que quase já não viram Peyroteo, foi o melhor jogador que representou o Sporting.

    Cumprimentos
  • Sem imagem de perfil

    Luís Ferreira 03.05.2019

    Tudo OK, mas, se me permite, só recordar aqui via estes links dois grandes golos de Pedro Barbosa que foram fundamentais nos títulos de 99/00 e 01/02.
    https://www.youtube.com/watch?v=9msH64ui1BU (na vitória 0-1 no Bessa, logo no início)
    https://www.youtube.com/watch?v=mh4TfUSDeyk (no empate 2-2 nas Antas, a Baía, minuto 4:15-4:20 do vídeo)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      GPS é muito bom. Uma história curiosa: um grupo de...

    • Pedro Azevedo

      O Paulinho revela dificuldades na finalização a 1 ...

    • Verde Protector

      É una boa comparação com Firmino. Mas o brasileiro...

    • Pedro Azevedo

      Não esquecer a Quadriga Mafiosa do Liverpool forma...

    • Pedro Azevedo

      Obrigado, caro Verde Protector. A nossa mitologia ...