Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

28
Dez19

"Os Violinos" de 2019 para Castigo Máximo(2)


Pedro Azevedo

FUTEBOL

 

Jogador do ano - Bruno Fernandes: Começou o ano civil com a conquista da Taça da Liga. No final de Janeiro assumiu a braçadeira de capitão, reforçando uma liderança natural alicerçada no exemplo deixado no campo e nos incomuns dotes de comunicador mostrados fora dele. Bruno foi o Atlas que segurou sobre os ombros o futebol do clube, o farol que impediu o naufrágio, a revolta contra o habitual fado leonino e a nossa estranha forma de ser, qualidades que foram decisivas na reviravolta de uma eliminatória da Taça de Portugal contra o Benfica que parecia já perdida. Em Maio, juntaria a prova raínha do calendário nacional ao rol de títulos conquistados. Durante a época 18/19 marcou 32 golos e assistiu por 18 vezes. Reportando-nos só ao ano civil, pelo Sporting Bruno fez 31 golos e produziu 22 assistências, números que provam a sua regularidade num altíssimo nível. Por tudo isto, mais tudo aquilo que não pode ser traduzido por números - já dizia William Bruce Cameron que "nem tudo o que conta pode ser contado" - , Bruno Fernandes é, indiscutivelmente, o jogador do ano de 2019 para "Castigo Máximo".

bruno fernandes.jpg

Treinador do ano - Pedro Coelho (Formação/iniciados e juniores): Treinador do único (iniciados) dos 5 escalões competitivos do futebol do Sporting que foi campeão em 2019, Pedro Coelho voltou a mostrar a qualidade do seu trabalho (já havia ganho o título em 2017), algo que lhe viria a valer a promoção para os juniores na temporada de 19/20. Passo ante passo, Pedro vai cumprindo um caminho sustentável de progressão na carreira. Mais do que Paulo Bento ou Sá Pinto, renomados ex-internacionais do futebol português que cumpriram um curto trajecto nas camadas jovens leoninas antes de subirem ao futebol sénior, ele poderá um dia vir a ser o primeiro treinador do Sporting, na era moderna, verdadeiramente criado nos escalões de Formação. A continuar a acompanhar durante 2020.  

pedro coelho.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa noite Pedro:Mais um post assertivo, como usual...

  • Pedro Azevedo

    Anime-se. Há vida para além do défice. Há é que lu...

  • Pedro Azevedo

    Não tem de agradecer. Tenho opinião formada sobre ...

  • Pedro Azevedo

    Não. Para já saiu uma notícia pequena pescada nas ...

  • Verde Protector

    Muitíssimo obrigado, Pedro Azevedo, pelas resposta...