Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

25
Nov20

Pedro, o perseverante


Pedro Azevedo

Pedro David Rosendo Marques é a nova coqueluche proveniente da Formação do Sporting. Uma colheita tardia, vintage, como tal delicada e de grande qualidade. Ouvi falar no Pedro pela primeira vez através de um primo "belém" (eu sei, acontece nas melhores famílias haver quem escape ao desígnio do leão) que, entusiasmado, me ia relatando o impacto tremendo que estava a ter nas camadas jovens do Belenenses. O Sporting contratou-o no seu primeiro ano de junior e logo se distinguiu pela profusão de golos que marcou. Recordo em especial um golo de belo efeito contra o Real Madrid na Youth League: servido por Abdu Conté, Pedro imitiu o movimento dos alcatruzes de um engenho hidráulico trazido para a península pelos muçulmanos para deixar o guardião madridista à nora, afagando primeiro a bola no ar com o seu pé esquerdo para depois rodar e chutar, sem deixar cair a bola, com o pé direito. Um golo de elevadíssima execução, porém não suficiente para chamar a atenção do juiz da nota artística que por essa altura embora já patinando ainda era rei em Alvalade. 

À míngua de oportunidades, o Pedro foi sendo condenado à irrelevancia. Ressurgiu por momentos numa outonal noite europeia quando as goleadas se sucediam, a esperança se vestia de verde e Keizer era ainda um encantador  de leões. Durou pouco, e a estrelinha do Pedro voltou a ofuscar-se. Na época passada foi para a Holanda onde jogou na Segunda Liga. Primeiro no Dordrecht, um clube que lutava para não descer de divisão. A equipa não era boa, levava grandes cabazadas, a bola não chegava lá à frente. Ainda assim, marcou 6 golos e fez 8 assistências, o suficiente para suscitar o interesse do Den Bosch, um clube do mesmo escalão mas com aspirações à subida. A sua estrela voltou a brilhar, terminando a época com 8 golos em 7 jogos realizados na sua nova equipa até à suspensão do campeonato devido à pandemia. Mais uma vez a conjuntura parecia estar contra o Pedro, e logo quando se estava de novo a afirmar. Regressou então ao Sporting e foi integrar a recém (re)criada equipa B. O cenário era o do Campeonato de Portugal. Em 4 jogos fez 4 golos, destacando-se não só como matador na área mas também nas transições. Nesse aspecto, o Pedro engana muito. Sempre composto, com o tronco muito direito, transmite a falsa ideia de ser lento. Mas só até começar a correr com a bola, momento em que a sua velocidade associada à boa articulação dos movimentos provoca imediatamente danos nos adversários que anteriormente o subestimaram. Dadas as suas boas prestações, o Pedro já "reclamava" uma oportunidade de jogar com gente grande. Foi convocado duas vezes, mas em ambas não saiu do banco. Até que, a pretexto da Taça de Portugal , finalmente teve a sua chance. Foram apenas 18 minutos, mas o seu impacto dificilmente poderia ter sido mais impressionante. Dois golos, a confirmação dos seus dotes de matador e uma sede de golo que não deixou nenhum Sportinguista indiferente foram a sua assinatura no jogo. E, do quase nada, em pouco tempo, tal como no anúncio publicitário todos ficámos cientes de que se calhar a solução (ponta de lança) estava no banco. Boa sorte, Pedro! E muito trabalho. 

(Golo ao Real Madrid aos 23 segundos do vídeo. Aos 46 segundos repete a dose.)

10 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 26.11.2020

    Boa noite, caro Sebastião. Desde já, o meu muito obrigado por incluir aqui o vídeo. Na verdade já tinha visto esse golo. Tenho uma aplicação (Flashscore, antigo Mais Resultados) onde vou acompanhando o desempenho dos jogadores que entendi seguir e, como o Pedro Marques foi um deles, de cada vez que ele marcava um golo ou assistia ia depois procurar na net as imagens. Nem sempre estavam disponíveis - afinal trata-se da segunda divisão holandesa - , mas geralmente uns dias depois lá iam aparecendo. No caso concreto, recordo-me de as ver com pouco tempo de intervalo. Foi um golão e até houve um tempo em que alertei para o desempenho de alguns jogadores emprestados e o Pedro era um desses (tal como o Gauld). Oxalá tenha sorte, porque é um jogador com qualidades evidentes. Neste caso, ele demonstra aqui algo que eu já havia afirmado: também é forte e inteligente em transições. Há outros golos que andam espalhados por aí onde isso é notório. Alguns exemplos: Excelsior-Den Bosch - 3 golos - (https://www.youtube.com/watch?v=Jo27HBTp3Qg), Maastricht-Den Bosch - 2 golos e 1 assistência - (https://www.youtube.com/watch?v=VRTH5oyCnLM), Roda- Den Bosch - 2 golos - (https://www.youtube.com/watch?v=w3O6o1mnfYM), Den Bosch-Jong Utrecht -1 golo - (https://www.youtube.com/watch?v=oi-AFh29rdM). Chamo a atenção para a variedade dos golos, desde transição, golo de colocação "à ponta de lança", incluindo alguns golos de cabeça (algo a destacar entre "torres" holandesas, o país com a média de estatura mais elevada da Europa).

    Saudações Leoninas
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 27.11.2020

    Boa tarde, Pedro.

    Já estive a ver os vídeos, e consequentemente os golos do "nosso" Pedro Marques. Muito interessante, e espero mesmo que continue a fazer por merecer continuidade nos 18, de preferência com participação nos jogos. Acredito que Ruben Amorim esteja a ver o mesmo que nós, e também acredito que o scouting tenha acompanhado de perto o percurso recente deste jovem jogador. Parece ser um jogador muito completo, e que parece encaixar muito bem neste estilo de jogo que o Sporting está a praticar....E como o Pedro disse e muito bem, parece ter mais golo do que Sporar...

    P.S.: entretanto não entendo este aparente "eclipse" do Tiago Tomás... Estará a treinar menos bem? E o Eduardo Quaresma? Aparentam ser daqueles miúdos certinhos que dão tudo para serem opções... Mas é certo que só quem mora no convento é que sabe o que lá vai dentro.....

    SL,

    Sebastião
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 27.11.2020

    Boa noite, Sebastião. Vou só acrescentar um pormenor que talvez tenha passado nesta interacção de opiniões: o Pedro executa rápido. Aquele golo pelo Dordrecht mostra que não perde muito tempo a visar a baliza. Outras, quiçá, deixariam a bola cair, ele “foi logo dali”. Isso demonstra técnica refinada e audácia, confiança.

    Nada sei sobre o Tiago Tomás, meu caro. Como, boataria ou não, considero um desrespeito por um profissional passarem-se notícias para os jornais, não empresto os meus ouvidos a essas coisas. Desconheço como treina, agrada-me como joga. O resto, se houver alguma coisa, aguardarei para ser dito em discurso directo pelo treinador. Nele confio para que esta equipa continue a crescer. A ele desejo o sucesso que será o nosso e que blinde o máximo possível o balneário para que nada se saiba cá fora que ele não queira em primeira mão transmitir. A liderança e as relações de confiança também passam por estes princípios.

    Saudações Leoninas
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 27.11.2020

    Obrigado pela sua opinião e partilha de opinião. Que entretanto chegue depressa o jogo de amanhã. E eu que andava tão desligado do futebol... Tenho que agradecer à equipa técnica, e aos jogadores, o renascer desta vontade de estar atento ao futebol do Sporting CP.

    Mas os órgãos sociais que não pensem não sei separar as águas. Continuo muito atento e a aguardar que a MAG convoque as AGs que já deveriam estar convocadas há muito tempo. Que seja respeitado o empenho e trabalho dos sócios que fizeram com que o requerimento das AGs fosse uma realidade, respeitando os estatutos. E que o Sr Dr Rogério Alves e toda a MAG também os respeitem, aos estatutos e aos Sportinguistas!

    SL,

    Sebastião
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 29.11.2020

    Caro Sebastião, queira desculpar o atraso da minha resposta. Vencemos, mais três pontos, menos um jogo para o campeonato. Parece-me bem.

    Em relação a esse movimento de sócios, cumpre-me dizer o seguinte: eu respeito os direitos dos sócios e, também por uma questão de convicção pessoal e de doutrina que creio ser importante fazer-se no Sporting, entendo que não se deve daí partir para qualquer processo de intenção sobre os autores dessa acção. Mas tenho de dizer que não me agradam esses processos e que, caso a actual Direcção venha a cair na sequência disto, eu não estarei disponível para ir a eleições nesses termos. Como sempre disse, para mim na vida não vale tudo e não irei eventualmente beneficiar de algo com que não concordo embora porventura viesse a ter apoio legal. Que há razões de queixa , disso não tenho dúvidas. Tanto que em seu tempo me manifestei de forma inequívoca através de um pedido para que os OS se demitissem. Embora pareçam estar a acontecer alterações da política desportiva em linha com o que eu sempre defendi, nunca me agradou a opacidade na gestão e não me agrada que no meu clube se incentive a ditadura de opinião e que não se respeite a liberdade de cada um se exprimir livremente. É um caminho perigoso que nos conduz ao extremismo e incentiva esses polos aparentemente tão distintos mas com a intolerância a uni-los. Além disso, subsiste uma situação económica e financeira francamente má. Todavia, em síntese, aceito que haja quem proceda no sentido de depor os actuais OS, provavelmente se seguirmos ortodoxamente os regulamentos até haverá razões para isso, mas não estou eticamente de acordo e não beneficiarei dessa situação. É um direito dos sócios e não serei eu que colocarei o meu dedo acusador ou tirarei conclusões que faltem ao respeito aos mesmos, mas simplesmente não irei por aí. Na vida, tão importante como sabermos o que queremos é sabermos o que não queremos para nós.

    Um abraço para si
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 29.11.2020

    Caro Pedro, fico grato pela sua resposta. Contudo, fiquei com dúvidas relativamente aos seus argumentos. Se entendi bem, o Pedro não concorda com o requerimento de AG para votar a destituição dos atuais OS, é isso? Respeitando desde já a sua posição (se for essa), devo dizer que, no meu entendimento, os estatutos existem e devem ser cumpridos. Quanto à motivação e a legitimidade ético-moral do pedido, devo dizer que, na minha opinião, se (quase) todos entendemos que os OS deveriam ter-se demitido há muito, e essa situação era igualmente do seu entendimento, por que motivo não deverão os sócios tomar a iniciativa de tentar fazer ouvir a sua voz perante o constante "assobiar para o lado" dos OS, perante aquilo que é óbvio aos olhos de (quase) todos?
    Basicamente, o Pedro aceitaria ser candidato se os OS decidissem sair pelo próprio pé, mas não aceita ser candidato na sequência de uma eventual AG que destitua os OS, é isso? Se for, reitero o meu respeito pelas suas decisões e convicções, mas, neste pormenor, permita-me assumir que não entendo a situação da mesma forma. Trata-se, no meu entender, de tentar fazer justiça para com o Clube, libertá-lo das garras de que está literalmente agarrado ao poder, com pouca ou nenhuma legitimidade ético-moral....
    Honestamente, confesso-me triste e angustiado por perceber que teremos que aguardar até 2022 para o ver como candidato. Se, nessa altura, ainda houver Clube, conforme o conhecemos....

    SL,

    Sebastião
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 29.11.2020

    Caro Sebastião, de forma sucinta porque não quero polémica sobre este assunto: sim, é isso. Eu não contesto a legalidade dos argumentos jurídicos nem diabolizo os autores da acção, simplesmente jamais tomarei partido de uma situação de hipotética destituição. É uma coisa que tem a ver comigo e só comigo, mas não deve surpreender quem me conhece bem. Não é ser melhor ou pior que ninguém, é apenas ser eu na minha autenticidade. Peço a sua compreensão porque não desejo dissecar mais o tema.

    Saudações Leoninas
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 29.11.2020

    Caro Pedro, agradeço a sua resposta e respeito as suas decisões e motivações pessoais...

    SL,

    Sebastião
  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 29.11.2020

    A minha motivação será sempre servir o Sporting. Como simples adepto ou de outra forma qualquer. Com imenso fervor e sempre respeitando os valores do clube. Há um oceano que me separa da forma como esta Direcção vê o Sporting e os Sportinguistas, mas jamais me sentiria bem comigo próprio se tirasse aproveitamento pessoal disto desta forma. Tendo muitos anos em funções similares, para mim seria uma mácula ver-me afastado de funções de uma forma que seria humilhante e desprestigiante. E o que não quero para mim, não desejo também aos outros. Mas continuo a entender que o Sporting precisa de uma gestão profissional nas diversas componentes, desde a desportiva até à financeira, passando pelo marketing, merchandising e componente social que interliga com estas. Espero ver continuidade no trabalho que Amorim está a fazer, mas no dia que sair como vamos fazer? Arranjamos outro e entregamos-lhe todo o futebol? E se a capacidade do novo treinador não for igual? E se voltarmos ao antigamente? Tem de haver uma lógica de continuidade das operações e não podemos depositar tudo em cima de quem transitoriamente nos serve, especialmente se não soubermos aproveitar todo esse conhecimento dentro da Estrutura. Sinceramente, desejo que aproveitem bem este tempo e aprendam a lição. Não podemos andar no 8 e no 80, ora sendo a Estrutura que manda tudo, ora pondo as fichas todas no treinador como “last resort”.

    Bom, mas o essencial é desfrutarmos do momento e unirmo-nos pelo menos em torno da nossa equipa, esse é o Sporting que sempre fará sentido para cada um de nós.

    SL
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2020
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2019
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2018
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      Sem dúvida, sem amuos ou manias, o Matheus apenas ...

    • Manuel Cunha

      O que eu acho extraordinário, é que até agora, Mat...

    • Pedro Azevedo

      E o Litos, também (com o Allison)...

    • Pedro Azevedo

      Boa noite, Miguel.Não dou habitualmente relevo ao ...

    • Anónimo

      Boa noite Pedro:Embora me recorde bem do Sporting ...