Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

06
Mai20

Problemas que são soluções


Pedro Azevedo

Frederico Varandas vê um problema na previsível diminuição do valor das transferências (entrevista de hoje à SIC), porque estas actualmente representam cerca de 50% das receitas das SAD (como se isso fosse um modelo sustentável...). Ora, eu vejo isso como uma solução divina, na medida em que se o nosso presidente não tem a capacidade de fazer aquilo que tem de ser feito, então que as circunstâncias o obriguem a fazê-lo. A Sporting SAD não deve ser uma trader de jogadores, ela é tão só um instrumento criado por um clube que nasceu para ganhar. Para que tal aconteça e seja merecedor do lema do seu fundador - "tão grande como os maiores da Europa" - nada melhor do que um "back to basics". O clube tem de aprender a optimizar a sua Formação, formar uma equipa competitiva com recurso anual a 2-3 jogadores externos que tenham um impacto imediato, eliminar os desperdícios em banalidade e reorganizar-se para que daqui a 2-3 anos possa estar em condições de lutar de igual para igual com os outros 2 grandes. Algo que, aliás, já fará com 2 anos de atraso, a partir do momento em que ficou claro que estaria fora da Champions. Essa é a verdade que os Sportinguistas precisam de ouvir. E, já agora, citando Dadá Maravilha, um dos 5 avançados brasileiros com mais de 1000 golos na carreira, "não me venham com a problemática que eu tenha a solucionática". Tenham juízo! 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Pedro Azevedo 07.05.2020

    Meu caro, este blogue não se destina à elegia de Bruno Carvalho nem cultiva sebastianismos. Também não reescreve a história nem se revê em estalinismos, pelo que se me lê não ficará espantado se eu repetir que Bruno Carvalho teve um primeiro ano digno de muito mérito, que provavelmente muito poucos conseguiriam replicar, em que conseguiu por ordem na casa. No segundo o tom manteve-se , mas emergiram algumas tensões com o treinador que deveriam ter ficado no segredo da nossa casa. No terceiro demos um salto qualitativo e para mim ganhámos esse campeonato. A partir daí foi sempre a descer. A política desportiva seguida em 16/17 assemelha-se muito ao que Frederico Varandas fez em 2019/20: comprar muito e mal. É daí que vêm os Castaignos, Mellis, Markovics, Baladas, Campbells, etc. Só se salvou o Dost, como foi visível na época seguinte. Custos com pessoal passaram de 48 milhões para 65 milhões. Na última época o Sporting investiu 63 milhões no mercado e os custos com pessoal subiram para 74 milhões..Ficámos no fio da navalha, a não-qualificação para à Champions e Alcochete fizeram o resto. Comparo isso com a Covid. São situações exógenas à gestão , mas que acabam por sublimar os riscos excessivos que estavam a ser corridos. Em termos de Comunicação, algumas importantes bandeiras foram perseguidas, mas muitas vezes tal era prejudicado por excessiva adjectivação que tirava força à mensagem subliminar é só trazia à superfície o insulto. E quando a Comunicação começou a ser usada para dentro, porque o foco nunca deveria ser naquilo que nos divide mas sim naquilo que nos une.

    Quanto a Frederico Varandas, creio que é clara a minha opinião .
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Mais sobre mim

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2021
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2020
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2019
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2018
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D

    Castigo Máximo

    De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

    Siga-nos no Facebook

    Castigo Máximo

    Comentários recentes

    • Pedro Azevedo

      * Meu caro, está errado… * informá-lo

    • Carlos Calado

      Caro Pedro Azevedo,A sua análise só peca por não t...

    • Pedro Azevedo

      Meu cariz está errado. se eu não aceitasse o seu d...

    • LeãoSempre

      Não, amigo! Não tinha o intuito de responder mas s...

    • João Gil

      O futebol de hoje em dia está cheio de GOAT’s. Que...