Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

21
Set19

Leão soma e segue


Pedro Azevedo

Na recepção ao Tatran Presov, em jogo a contar para a 2ª jornada da Champions de andebol, o Sporting ganhou por concludentes 32-24 (17-14 ao intervalo), mantendo-se assim 100% vitorioso na competição. De destacar a extraordinária exibição do guarda-redes Cudic, um muro muito difícil de transpôr para os eslovacos. Carlos Ruesga e Frade também estiveram a excelente nível, com o pivô a fazer um excelente trabalho quer ofensiva quer defensivamente. Aliás, o segredo da vitória esteve na defesa, aspecto onde também se destacou a prestação do reforço Mladenovic. 

15
Set19

Com a mão quente...


Pedro Azevedo

As modalidades, sempre as modalidades, a darem-nos as maiores alegrias. Hoje, na jornada inaugural da Champions League de andebol, uma entrada com o pé (mão?) direito: o Sporting deslocou-se à Macedónia do Norte e venceu o Eurofarm Rabotnik por apertados 30-29 (15-16 ao intervalo). Os leões são assim co-líderes do Grupo C da referida competição, partilhando o comando com os suecos do Savehof e os espanhóis do Bidasoa. Na próxima jornada, marcada para o dia 21 (Sábado) deste mês, os leões receberão os eslovacos do Tatran Presov no Pavilhão João Rocha. Destaque especial neste jogo para a capacidade goleadora do romeno Ghionea (10 golos). A experiência do espanhol Ruesga e a influência do português Frade também se fizeram notar. 

 

Entrevistado, no fim do jogo, Thierry Anti estava satisfeito. O técnico destacou ser a primeira vez que jogou em Bitola, um recinto onde já sabia de antemão ser muito difícil ganhar. A chave do sucesso, na sua opinião, radicou na excelente organização defensiva demonstrada no segundo tempo. 

ResourceImage.jpg

07
Set19

ANTIciclone suprime Benfica no andebol


Pedro Azevedo

Em dia muito quente, Sporting vence ‘derby’ na Luz por 30-28. Thierry Anti, nóvel treinador leonino, estreia-se nas altas pressões dos ‘derbies’ com uma vitória em jogo a contar para o Campeonato Nacional. 

24
Jul19

Leões em destaque


Pedro Azevedo

Os andebolistas Luis Frade (pivô) e Gonçalo Vieira (lateral esquerdo), ambos do Sporting, estiveram hoje em destaque (6 golos cada) na vitória histórica de Portugal sobre a Alemanha no Mundial de Sub-21 que se está a disputar em Espanha. Com este triunfo (37-36, após prolongamento), a selecção nacional qualificou-se para os quartos de final do certame, onde defrontará a Eslovénia. A melhor classificação de sempre de Portugal num mundial desta categoria foi obtida na Argentina, em 1995, tendo a equipa lusa aí terminado em 3º lugar. Para além de Frade e Vieira, os leões estão também representados pelo guarda-redes Manuel Gaspar. 

09
Mai19

Um abraço a Hugo Canela


Pedro Azevedo

Nas horas difíceis é importante que não nos esqueçamos de quem já nos fez felizes. Não podemos andar sempre num "rollercoaster", de oito e de oitenta, que nos tem caracterizado, e devemos continuar a dar mérito a quem o tem. Hugo Canela venceu os dois campeonatos anteriores e, já esta época, conseguiu uma qualificação inédita (nos actuais moldes) para os oitavos-de-final da Champions de andebol. A sua equipa atravessa agora uma fase de menos fulgor. A vitórias tangenciais, contra Águas Santas e Madeira SAD, seguiram-se duas derrotas nos recintos dos principais rivais de sempre. O título esta temporada parece uma miragem, mas a competição ainda não acabou. Tivemos diversas contrariedades, desde lesões até à ausência de um bom lateral direito e, eventualmente, algumas integrações de novos elementos, como é o caso do francês Arnaud Bingo, estarão a levar mais tempo que o previsto. Para além disso, os nossos adversários têm procurado reforçar-se constantemente, nomeadamente o FC Porto que detém a coluna vertebral da selecção nacional.

 

Devemos lutar sempre pelas vitórias, embora nem sempre seja possível ganhar. É importante que os sócios e adeptos leoninos compreendam isto e continuem a apoiar o treinador e os atletas do andebol. Canela já mostrou competência na forma de lidar com um grupo de jogadores muito experiente. E obteve resultados. Percalços existem sempre no nosso caminho. Bem absorvidos, tornam-nos muito mais fortes. Estou convencido que assim acontecerá com Hugo Canela, a quem daqui (extensível a todo o grupo) envolvo num abraço. Força Canela! 

hugo canela.jpg

12
Abr19

Andebol com mão quente


Pedro Azevedo

Num grupo de qualificação para o Campeonato da Europa de 2020 (Suécia, Noruega e Áustria), onde, para além da Lituânia, Portugal enfrenta a hexa-campeã mundial França (cinco títulos neste século) e a tetra-campeã Roménia, a equipa lusa ficou a um pequeno passo de fazer história depois de ter batido ontem os gauleses, de forma concludente, por 33-27, em partida realizada no Pavilhão Multiusos de Guimarães. António Areia (seis golos), Gilberto Duarte (5) e o ex-leão Pedro Portela (4) foram os melhores marcadores nacionais. Destaque particular para os pivots do Sporting, Tiago Rocha (2) e Luís Frade (1), que também ajudaram à vitória. Portugal lidera agora o Grupo 6 de qualificação, com 3 triunfos em igual número de jogos. 

 

21
Mar19

Leões abatem águias


Pedro Azevedo

O Sporting iniciou a fase final do Campeonato Nacional de andebol com uma concludente vitória por 29-22 (13-9 ao intervalo) sobre o seu rival Benfica. Mesmo sem contar com Carlos Ruesga, o seu melhor jogador, os leões destacaram-se no marcador no final da primeira parte e não mais permitiram a aproximação do vizinho da 2ª Circular, pese embora os esforços do excelente guardião Ristovski, antigo jogador do Barcelona (nada mal para quem "não investe" nas modalidades...). O romeno Ghionea foi o nosso melhor marcador, com 7 golos. O pivot Luís Frade também esteve em excelente plano. O Sporting lidera em conjunto com o Porto, ambos com 40 pontos (os pontos obtidos na 1ª fase foram divididos por 2 nesta fase decisiva), enquanto o Benfica segue no terceiro lugar com 36 pontos (no andebol, a vitória vale 3, o empate 2 e a derrota 1 ponto).

scpslb andebol.jpg

(Foto: Record)

14
Mar19

Renovar com Canela


Pedro Azevedo

Dois títulos de campeão nacional, uma qualificação histórica para os oitavos-de-final da Champions e um inegável comprometimento com o clube e sua identidade depois, tornou-se ontem do conhecimento público que o contrato de Hugo Canela - termina em 2019 - ainda está por renovar. De que é que estamos à espera?

canela.jpg

08
Mar19

Gente feliz com lágrimas


Pedro Azevedo

Nas grandes tormentas surgem por vezes homens providenciais. Homens aparentemente comuns, como nós, mas com um dom oculto que subitamente desabrocha. O Hugo é dessa cêpa de seres que andam por aí quase incógnitos, até que chega o dia em que são convocados para fazerem toda a diferença. Homem bondoso, tranquilo, humilde, com personalidade de anti-herói, a ele Deus (eu acredito!!) escolheu para estar no sítio certo na hora de maior borrasca, para que serenamente colasse as peças e, irónicamente, se tornasse o herói improvável de uma magnífica gesta. Foi assim há 2 anos quando lhe pediram para pegar na nossa desacreditada equipa de andebol e fazer o melhor possível. E o melhor possível para ele foi vencer um campeonato, dez anos depois do último, recuperando inúmeros pontos de atraso para o Porto numa emotiva fase final. A que juntou uma Taça Challenge, a segunda do nosso historial. Ainda assim, esteve para ser substituído por Carlos Resende. Mantendo-se no posto, o Hugo partiu para novas conquistas. A uma campanha acima do esperado na Champions juntou novo título de campeão nacional (a 3 jornadas do fim), desta vez com um record associado de 28 vitórias consecutivas na competição. O êxito não lhe alterou o carácter. Não tocou a atmosfera, não elevou o tom de voz, continuou a entregar-se a nós, naquele seu jeito tão singelo de deixar o tempo e os feitos falarem por si. Sempre com o sentido colectivo das coisas, sabendo valorizar os seus jogadores, os sócios e adeptos do clube e seus dirigentes, até outras modalidades, seus êxitos e respectivos atletas. A enxurrada de jogos europeus, que para tantos outros serviria logo antecipadamente de desculpa para justificar quaisquer fracassos, foi por ele aproveitada para melhorar os níveis de intensidade da equipa, torná-la mais competitiva. A velha história do copo meio vazio ou meio cheio. Ele escolheu o meio cheio e continuou a enchê-lo. Para ele, não há Cabo das Tormentas nem Adamastor, é tudo Boa Esperança e alento redentor. E assim, fazendo das fraquezas forças, transformando crises em oportunidades, lá foi serenamente ultrapassando vários portos. Já esta época conseguiu novo feito. E que feito: pela primeira vez, nos actuais moldes da Champions, uma equipa portuguesa conseguiu atingir os oitavos-de-final da prova. Notável!

Anteontem, cansado de uma eliminatória dupla com o Dínamo de Bucareste da poderosa Roménia, país que históricamente é a terceira potência da modalidade, com 4 títulos mundiais e duas medalhas de bronze, o Sporting defrontava o rejuvenescido Porto de Magnus Andersson. 

Os tempos andam cinzentos em Alvalade e os adeptos não têm tido muitos motivos para sorrir. O sportinguismo está lá, latente em todos os adeptos (já estou como o Padre Américo...), mas motivos diversos têm contribuído para alguma desagregação e desenfoque no essencial, o clube, no fundo a essência de todo o nosso amor. O pavilhão estava quase cheio, num tributo dos adeptos a uma equipa que faz por o merecer. O jogo nem começou especialmente bem para as nossas hostes. Os leões estavam nervosos, mais preocupados com a arbitragem - também aqui, Brutos? - do que com o adversário e este manteve-se, resiliente, na frente do marcador. Mas o Hugo tem o condão de nos fazer acreditar. Ele nunca entra em pânico e isso sossega-nos. E vai rodando a equipa, gerindo o desgaste, até chegar a hora da estocada final. E que estocada! A partir do momento em que nos apanhámos à frente no marcador não demos a mínima hipótese ao Porto. Carol, Edmilson, Valdés e Bosko formaram um muro e quando este cedeu estava lá uma parede eslovena (Skok). Na frente, Ruesga fazia todas as combinações possíveis e imaginárias, e mesmo não imaginadas, que a gama de truques do espanhol ultrapassa o reportório de um David Copperfield nos seus melhores dias. Algumas delas apanharam o Frade solto, como pivot, e este aplicou uns pastéis de feijão indigestos para o Gulliver cubano que defende a baliza portista. Pensando bem, os pastéis não seriam de feijão, mas sim de nata. Com Canela. Canela que anteontem uniu todos os adeptos, gente feliz com lágrimas, todos louvando em uníssono a vitória do enorme Sporting. E que bonito foi, que privilégio poder ter lá estado. Obrigado Hugo! Obrigado rapazes! Que orgulho eu tenho em Vós, que orgulho eu tenho em ser Sporting! E, desta vez, ganhámos todos.

hugo canela.jpg

(Foto: Record)

07
Mar19

À noite no João Rocha


Pedro Azevedo

08930F66-85B4-40A4-83B7-09FEDD267159.jpeg

 

Tendo estado sempre em desvantagem no marcador, o Sporting ultrapassou o Porto com uns últimos 10 minutos de tirar o fôlego, em que primeiro a equipa empolgou o público e depois este levou-a até à vitória final. Esforço, dedicação, devoção e glória, assim é o Sporting Clube de Portugal. Resultado final: Sporting - FC Porto 26-23.

 

 

05
Mar19

Melhor golo da jornada da Champions


Pedro Azevedo

O cubano, naturalizado qatari, do Sporting, Frankis Carol, viu um dos seus golos marcados contra o Dínamo de Bucareste escolhido pela EHF como o melhor golo da Ronda 14 da Champions de andebol. Recorde-se que com o dupla vitória sobre os romenos o Sporting conseguiu o feito inédito para uma equipa portuguesa de se qualificar para os oitavos-de-final da Champions, nos actuais moldes em que a competição se disputa.

 

28
Fev19

Sporting faz história


Pedro Azevedo

O Sporting acaba de fazer história ao qualificar-se para os oitavos-de-final da Champions de andebol, após vencer o Dínamo de Bucareste, na Roménia, por 27-26 (32-31 na primeira mão).

Skok, Carol e Ruesga (enorme) foram as chaves da vitória, mas toda a equipa na segunda parte trancou bem as investidas romenas (ao intervalo perdíamos por 11-15). 

Com esta vitória, o Sporting torna-se a primeira equipa portuguesa a chegar a esta fase da competição, desde que a Champions tem o actual formato. 

Ja não há palavras para destacar o trabalho e as qualidades humanas do Professor Hugo Canela. Para além da dinâmica de vitória por si imposta, importa realçar a menção que fez em directo para a televisão romena do facto de as principais modalidades leoninas (futsal, andebol, voleibol, hóquei) estarem em fases adiantadas nas provas europeias. Assim se comunica e assim se vive a Cultura Sporting. Parabéns!!!

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.